Estação neolítica de Negrais
Nas cercanias da povoação de Negrais (extre­mo norte do concelho), situa-se um povoado que foi explorado a par­tir de 1950 pelos arqueólogos Prescott Vicente e Cunha Serrão.
Este povoado, cuja ocupação humana parece datar de cerca de 4000 a.C., caracteriza-se por um conjunto de dois recintos principais distando setecen­tos metros um do outro. Escavando a cerca de 40/60 cm de profundidade des­cobriram os investigadores alguns materiais, de que se destacam fragmen­tos de cerâmica, lâminas de silex e materiallítico disperso, visíveis no Museu Regional de Sintra. Crê-se que a estação poderá ainda fornecer mais alguns dados se houver entretanto futuras explorações. Contudo, a ausên­cia, mais uma vez, de vestígios monumentais, confere ao local um aspecto não muito atraente para visitas de estudo integradas em âmbito escolar.