Dólmen da «Pedra Erguida»

Perto da localidade da Terrugem, a sudoeste, num local denominado por Meirames, descobriu o arqueólogo Prescott Vicente, em 1950, os primeiros sinais de um monumento pré-histórico. As investigações, que em
1973 prosseguiriam, trouxeram à luz um dólmen a que desde logo se chamou «da Pedra Erguida» ou
também «das Pedras Altas», «Pedras da Granja» e «Meirames».

No essencial, este monumento é composto por dois esteios - e pelos restos de outros -, e por alguns aglomerados de pedras dispostos por forma a evocar o contorno da mamoa. Os esteios mediam - do solo ao
topo - uma altura de 2,07 m e 2,70 m, possuindo a mamoa um diâmetrode 50 m. Foram no local encontrados alguns vestígios humanos – sobretudo ossos - e alguma cerâmica campaniforme, depositados, entretanto, no Museu Regional de Sintra. O adiantado estado de degradação do monumento não permite infelizmente uma análise mais detalhada deste dólmen.