roteiro sintra.gif




A PRÉ – HISTÓRIA: UM REMOTO PASSADO.

No atual estado dos nossos conhecimentos, podemos concluir que a ocupação do território durante a Pré-História foi particularmente forte - ­no que toca à realidade sintrense - no chamado Neolítico Final, período que, grosso modo, vai de 4000 a.C. a cerca de 3000 a.C., coincidindo com a Idade do Cobre e com ela coexistindo. Tal é patente nos vários povoados e monumentos que em seguida iremos abordar e onde se pode igualmen­te tecer uma outra probabilidade: a de muitos destes povoados terem sido posteriormente reutilizados durante a romanidade.
Contudo, as conclusões podem, de algum modo, ser condicionadas pelo facto de as condições de conservação de vários dos vestígios a seguir analisados serem más, o que perturba a acuidade de algumas con­clusões. Em todo o caso parece-nos de realçar a quantidade de vestígios desta era no município sintrense, e as excelentes perspetivas que se abrem, nomeadamente, com a descoberta de novos e renovados pontos de interesse.
De salientar que não tem este pequeno roteiro pré-histórico preten­sões de exaustividade. Visa, antes do mais, fornecer os pontos mais signi­ficativos de um roteiro para o período, o que pressupõe uma seleção. Discutível, como todas as seleções, parece-nos todavia, que cobre os locais de maior interesse. Em todo o caso, nunca será demais aconselhar - como faremos amiúde ao longo do roteiro - uma visita ao Museu Regional de Sintra, onde os monumentos referidos (para além de outros) possuem espólio depositado e, assinale-se dotado de notas explicativas claras e concisas.